Associação de Pesquisadores em Arte Sequencial

Ultimas Postagens
Destaques e Notícias
O MERCADO DE HISTÓRIAS EM QUADRINHOS NO BRASIL E OS SUPORTES PARA PUBLICAÇÃO DIGITAL

O MERCADO DE HISTÓRIAS EM QUADRINHOS NO BRASIL E OS SUPORTES PARA PUBLICAÇÃO DIGITAL



Quando nosso colega Edgar Franco publicou sua dissertação de Mestrado em 2001, cunhou o termo “HQtrônicas” para se referir às primeiras tiras publicadas em formato digital, registrando a historiografia desse processo de mudança de suporte do papel para os meios eletrônicos. Em quase duas décadas, os avanços tecnológicos foram responsáveis por mudanças significativas no mercado de quadrinhos, principalmente no que tange às antigas páginas de tiras cômicas dos grandes jornais. Sites como o Comixology, Tapastic e Social Comics são alguns dos espaços dedicados exclusivamente à publicação de quadrinhos digitais. Por isso, estudiosos como Paulo Ramos (2014) e Vitor Nicolau (2013) também têm se dedicado a observar e registrar essas mudanças por meio de artigos e publicações acadêmicas, fornecendo meios para a interpretação de dados fornecidos pelo Social Comics, tornando possível observar aspectos relevantes para a compreensão do atual mercado de quadrinhos, como faixa etária, preferências, gênero, entre outros dados que podem servir de referência para possíveis conclusões acerca do do contexto atual do mercado de quadrinhos. 

Os dados mais significativos foram apresentados durante as 4ªs Jornadas Internacionais de Histórias em Quadrinhos e compartilhamos aqui a apresentação via slideshare.